Digite o código para ir direto ao produto

FTTH

FTTH---1

As redes 100 % ópticas em sua maioria conectam as centrais de equipamentos até residências ou "casas" em sua concepção mais convencional. Neste tipo de topologia, na continuidade da rede de distribuição, temos uma caixa de terminação óptica que fará a transição entre cabos de distribuição e cabos de terminação ou "drops", sendo estes, os últimos encaminhados aos pontos de terminação óptica dentro do ambiente do usuário final. O último elemento é então o cordão óptico que conectará o equipamento final (ONU) com o ponto de terminação.

FTTH---2

Com a evolução das redes ópticas para serviços de internet, vídeo e telefonia, está cada vez mais comum encontrar as redes híbridas com a fibra muito próxima da casa do usuário.

Nas redes FTTH, a fibra chega até a casa do usuário, garantindo assim a largura de banda necessária para a crescente demanda gerada pelo enorme tráfego de dados e vídeos via internet.

Para a composição das redes passivas FTTH, a Furukawa oferece uma grande variedade de cabos, para diferentes aplicações (aérea, autossustentada, subterrânea, etc; DIOs (Distribuidores Internos Ópticos) que são pontos concentradores dentro da Central Office; splitters, que permitem a divisão da rede PON e, aumentam a capilaridade da rede; caixas de emenda, para que a derivação da rede seja possível e as caixas de terminação, que englobam os cabos "drop", que vão até as casas dos clientes.

Além disso, na casa do usuário também há pontos de terminação óptica, onde é realizada a conversão da rede de terminação para a rede doméstica.

Com a conectorização em campo, obtém-se muitas vantagens para as soluções de rede FTTH, sendo possível economizar nos investimentos (máquinas de fusão óptica), em tempo de instalação, simultaneamente assegurando a qualidade e segurança.

A EZ!Lux é a solução da Furukawa para redes pré-conectorizadas, nas quais não é preciso realizar fusões ou conectorizações em campo, pois as caixas de terminação e cabos "Drop" já vêm com conectores e adaptadores de fábrica. Após a instalação da caixa com o splitter não é necessária a abertura da mesma para realizar a ativação do cliente, pois os conectores são externos e possuem um grau de proteção elevado, que permite sua instalação em ambientes externos.

Vantagens da Rede Óptica

- Atende a crescente demanda de banda dos usuários residenciais;
- Suporta Triple Play (Dados, Voz e Vídeo);
- Facilidade de instalação da rede e de ativação de novos clientes;
- Baixa atenuação, permitindo uma distância maior entre o provedor e o cliente final;
- Maior qualidade e estabilidade na transmissão de informações;
- Meio físico não sofre interferências externas;
- Custos em declínio;
- Baixo custo de manutenção.

Em Poucas Palavras

Solução FTTH é uma arquitetura de rede de transmissão óptica em que a rede diverge a partir de uma porta na central (OLT) até atingir individualmente a casa de cada assinante final com uma fibra, passando por distribuidores ópticos que são responsáveis pela transição de diferentes tipos de modularidades de cabos ópticos. Estes distribuidores são, de acordo com a aplicação na rede, DIOs, caixas de emenda, caixas de terminação ou até pontos de terminação óptica, que atendem o último trecho, já dentro da residência. Após esta última transição o sinal é disponibilizado por uma extensão, ou cordão óptico para o receptor óptico (ONU) deste assinante.

O sucesso das redes GPON, amplamente utilizadas em redes de acesso FTTH para a entrega de serviços triple play (dados, voz e vídeo) a assinantes residenciais, utiliza-se de fibra óptica que sai do escritório central do provedor de serviços e chega às residências dos assinantes.