Digite o código para ir direto ao produto



Infovia de São Bernardo do Campo é 100% Furukawa


Malha de Comunicação com 300 km de cabos de fibra óptica integra 383 prédios e locais públicos vinculados às  secretarias de Administração, Educação e Saúde. Em velocidade de 10GbE, infraestrutura óptica da cidade digital está pronta para suportar todos os novos serviços de voz, dados e vídeo sobre internet que já começam a beneficiar os cidadãos.

A vida da população de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, começa a mudar radicalmente. Isso graças ao investimento de R$ 14,785 milhões que a Secretaria de Administração e Modernização da Prefeitura Municipal realizou para a construção da Infovia da cidade. Trata-se de uma das mais modernas infraestruturas digitais públicas do País, com 300 kms de cabos de fibras ópticas e equipamentos em tecnologia GEPON ((Gigabit Ethernet Passive Optical Network ) da marca Furukawa, interligando 383 prédios e espaços públicos vinculados às secretarias Administrativa, da Saúde e de Educação do município.  O projeto foi aprovado em licitação e executado pelo integrador credenciado do fabricante, a Net Telecom, que carrega uma experiência de instalação de dez projetos de Cidades Digitais no estado de São Paulo até o momento.

“A Infovia de São Bernardo do Campo é um projeto diferenciado, construído no conceito de Anéis Ópticos e executado em um tempo recorde de apenas oito meses”, diz Luiz Donizeti Rodrigues de Oliveira, diretor presidente da Net Telecom.

O executivo explica que a topologia da rede, além de ter facilitado e agilizado o lançamento da malha de fibras ópticas, garante a redundância e a segurança do ambiente. “No conceito de anéis, se há um rompimento de fibra ou qualquer outra interferência na rede, os dados seguem por uma rota alternativa, garantindo a velocidade no tráfego de dados e a comunicação. Isso, sem dúvida, é um grande diferencial para os usuários.”

Fisicamente, a rede de comunicação metropolitana (MAN) de São Bernardo do Campo é uma integração de sistemas de Rede MetroEthernet e GEPON. O ambiente está preparado para o tráfego de dados, voz e vídeo e integra dois data centers – um principal e o de backup -, ambos interligando os 13 POPs (pontos concentradores) principais e posicionados de forma estratégica em diferentes bairros da cidade. “Os POPs, por sua vez, interligam o core da rede aos prédios e espaços públicos por meio de ativos robustos e gerenciáveis, que garantem a gestão proativa da rede.  Eles estão também equipados com nobreaks para garantir a alimentação elétrica por até 2 horas, em caso de falta de abastecimento”,informa Luiz Donizeti.

Com velocidade de 10GbE no core e de 1Gbps nas estações de acesso pelo usuário, a nova infraestrutura de rede da Cidade Digital de São Bernardo do Campo é a ‘estrada óptica’ que integra toda a municipalidade, dando suporte às comunicações das secretarias e instalações das escolas municipais, dos centros de inclusão digital da cidade, bibliotecas, hospitais públicos, unidades de pronto atendimento de saúde (UPAS), postos de saúde e as vias públicas – avenidas, ruas, praças e parques do município.

De acordo com Suselide Cristina Tenani, CIO da PMSBC – Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo, a Infovia se justifica pela melhoria na qualidade de serviços que ela proporciona. “Ela é a base para projetos importantes que englobam a cidade como um todo, criando um perfil diferenciado de atendimento ao cidadão. Hoje já são mais de 900 serviços administrativos ofertados pela ‘Rede Fácil’, por exemplo, muitos deles podendo ser resolvidos na hora e por meio eletrônico. A modernização tecnológica desburocratiza e simplifica o atendimento e aumenta a eficiência da gestão administrativa e os níveis de transparência do sistema público”, diz a executiva de TI da Prefeitura.

A área da Educação traz um outro exemplo que a infraestrutura óptica da Furukawa para a cidade de São Bernardo do Campo viabilizou. “Montamos redes wireless integradas à Infovia em 73 escolas públicas da cidade, viabilizando excelente cobertura do sinal nas salas de aula e pátios. Este projeto possibilita aos alunos da rede municipal atividades baseadas na internet por meio de 15.000 netbooks que também foram adquiridos pela Prefeitura. É um avanço expressivo no modelo de ensino publico proporcionado pelo interesse político aliado ao avanço dos recursos tecnológicos ”, observa Suselide.

A executiva ressalta ainda outros vários resultados positivos da implantação dos novos sistemas. “Hoje temos uma rede municipal convergente de alto desempenho e padronizada dentro das normativas e certificações internacionais de TI, com potencial para a redução de até 70% dos gastos mensais recorrentes com links de internet das operadoras de telefonia, já que o maior tráfego de ligações ocorre entre os departamentos do município.”, diz Suzelide. “Além disso, temos um compartilhamento de recursos, evitando a sobreposição de investimentos, mais agilidade nos serviços públicos e a possibilidade de implantar novos serviços à população, que somente serão possíveis a partir da atual infraestrutura de comunicação ativa”, completa.

Suzelide diz que alguns processos já foram disparados para a implantação de novos projetos que a Infovia irá sustentar, como o de monitoramento por câmeras para a Segurança Pública da cidade, o de controle dos semáforos para melhorias no trânsito, e o de implantação da Telefonia IP (VoIP) em todas as estações de trabalho vinculadas à Prefeitura Municipal para a redução dos gastos públicos. “Também vamos viabilizar em breve hotspots espalhados pela cidade para promover a inclusão digital e oferecer acesso à internet gratuita à população, além de internalizar em todos os projetos sociais do governo os mecanismos e atributos da inclusão digital”, acrescenta a CIO.

Modernização total – O projeto da Infovia de São Bernardo do Campo envolveu também a modernização das redes LAN (local área network) da maioria dos prédios utilizados pela Prefeitura. “Em diversos casos tínhamos infraestruturas lógicas muito antigas, de mais de 20 anos, sem nenhuma padronização dos sistemas.  Para que pudéssemos oferecer o melhor resultado, realizamos um upgrade nesses ambientes, tornando-os compatíveis  ao cabeamento óptico de última geração que foi adotado para a rede externa”, conta a CIO da Prefeitura.

No total, o projeto envolveu a atualização de mais de sete mil pontos de acesso para dados, telefonia e elétrica, com a linha Premium da Furukawa, uma solução completa de cabeamento metálico e acessórios em CAT. 6 e  CAT.5e.

O presidente da Furukawa, Foad Shaikhzadeh, conclui: “A Furukawa é o único player global do Setor a integrar plantas de fabricação de produtos tanto para as redes internas, como para as redes externas, ofertando soluções completas, ponta a ponta, totalmente metálicas ou totalmente ópticas,  ou em mix de ambas as tecnologias . Isso nos dá grande flexibilidade para apresentar às organizações e governos soluções cada vez mais abrangentes às suas demandas atuais e futuras de rede, com tecnologias de última geração que prolongam o tempo de vida desses ambientes e minimizam os investimentos pelos clientes. Este projeto de Cidade Digital da Prefeitura de São Bernardo do Campo é um ótimo case de sucesso, que vem servindo de modelo e referência para outros governos brasileiros e também do exterior.”

Outros Projetos

  • Furukawa interliga data centers da Itaipu Binacional Veja mais

    Furukawa interliga data centers da Itaipu Binacional

    Foram construídos dois novos links ópticos, com 8 mil metros de cabos com 192 fibras; São 40/100 Gigabit Ehernet.

  • Justiça Federal do Paraná moderniza data center Veja mais

    Usando o conceito de cloud computing a nova central de dados tem redundância completa, operando em rede local a 10GbE para distribuição de acesso aos usuários internos e em rede de longa distância (WAN)

  • Infraestrutura óptica Furukawa conclui fase I do projeto Cidade Digital de Porto Velho Veja mais

    Anel óptico com 33 kms de fibras passadas em rede aérea vai integrar todas as secretarias municipais, promovendo melhorias nos serviços prestados aos cidadãos, como internet banda larga e monitoramento 24x7 do trânsito e ruas da cidade. A arquitetura do p