Digite o código para ir direto ao produto



Furukawa interliga data centers da Itaipu Binacional

Itaipu Binacional, maior usina de geração de energia limpa e renovável do mundo, conta com um reforço importante na infraestrutura física de seus “ambientes críticos” de Telecomunicações, desde o início de 2013. Sediada em Foz do Iguaçu, na divisa com o Paraguai, a geradora energética recebeu novo aporte tecnológico com a construção de dois links ópticos de comunicação para interligar dois Data Centers – um localizado na margem esquerda do rio Paraná, no lado brasileiro, e outro na Sala de Telecomunicação, no interior da barragem, na cota 127 da mar gem direita, no lado paraguaio.

“São ambientes críticos, responsáveis pelo armazenamento e processamento de um enorme volume de dados, que precisam operar sem interrupções e com confiabilidade extrema”, comenta Roberto Kihara, gerente comercial da Furukawa, fabricante selecionado pela Itaipu Binacional.

Os dois novos links ópticos foram construídos com cabos Furukawa (anti-roedor e LSZH – Low Smoke Zero Halogen), com 192 fibras cada, por caminhos distintos. A escolha desses cabos, por meio de edital público, foi baseada na sua qualidade – já que o projeto demandava parte das instalações em tubulações subterrâneas, em ambientes externos. A outra parte passa pelo interior da usina, em leitos (caminhos de rede) já existentes. No total, foram quatro bobinas somando 8 mil metros de cabos ópticos.

“Os cabos LSZH foram instalados em corredores e em áreas confinadas. Em caso de contato com o fogo eles não propagam e nem exalam fumaça toxica”, observa Emanuel Maia de Souza, diretor da Compustar, integradora credenciada da marca Furukawa que executou o projeto.

Para o gerenciamento dos links, a equipe de gestores responsáveis pelo projeto optou pelo sistema PatchView, também da Furukawa, a fim de proporcionar forte melhoria na gestão da camada física da rede.

40/100 GbE – De acordo com o engenheiro Oswaldo Schiochet Junior, responsável pela rede de telecomunicações da Itaipu Binacional, “essa implantação atende as necessidades imediatas de maior velocidade (40/100 Gigabit Ehernet) e disponibilidade, exigidas pelas novas máquinas – servidores, storages, routers e outros – recentemente instalados nos Data Centers. Também disponibiliza redundância para estas conexões e para os segmentos de rede, existentes nos dois países. Em resumo, isso garante a produtividade e reduz problemas tecnológicos na usina”, complementa.

A opção pela execução desses dois novos links ópticos com a solução completa da Furukawa redobra a qualidade da TI da Itaipu Binacional para todos os usuários. Seja pelas características dos cabos aplicados ou pela utilização do sistema PatchView, a opção da infraestrutura de interligação dos links foram fundamentais neste projeto para uma comunicação sem interrupções.

Outros Projetos

  • Infovia de São Bernardo do Campo é 100% Furukawa Veja mais

    Infovia de São Bernardo do Campo é 100% Furukawa

    Malha de Comunicação com 300 km de cabos de fibra óptica integra 383 prédios e locais públicos vinculados às secretarias de Administração, Educação e Saúde.

  • Justiça Federal do Paraná moderniza data center Veja mais

    Usando o conceito de cloud computing a nova central de dados tem redundância completa, operando em rede local a 10GbE para distribuição de acesso aos usuários internos e em rede de longa distância (WAN)

  • Infraestrutura óptica Furukawa conclui fase I do projeto Cidade Digital de Porto Velho Veja mais

    Anel óptico com 33 kms de fibras passadas em rede aérea vai integrar todas as secretarias municipais, promovendo melhorias nos serviços prestados aos cidadãos, como internet banda larga e monitoramento 24x7 do trânsito e ruas da cidade. A arquitetura do p